top of page

O Projeto Colonial: Do colonialismo à colonialidade


Título: Nelson D no Urukum Sarau no Sesc 24 de Maio. Ano: 2023. Técnica: Fotografia digital. Autoria: Filipe Russo.

Os povos originários de Abya Yala foram tornados, em seus próprios territórios, imigrantes nas e das Américas graças ao projeto colonial, sendo assim endodiaspóricos.


Foram expulsos de seus territórios ancestrais, recuando biomas adentro, abandonando as regiões litorâneas e resistindo aos processos de urbanização. Nasce politicamente os povos indígenas das Américas quando os povos originários de Abya Yala resistem e refutam a tutela e a dominação do projeto colonial capitaneado, à época, pelos impérios da Europa Central, em particular os com sede em Inglaterra, França, Espanha e Portugal. A consciência (política) de classe (indígena) é fundamental à retomada dos territórios simbólicos e materiais saqueados diaria e secularmente pelo projeto colonial.


Os povos indígenas só são interessantes para os estados-nação a título de espólio e capital. Uma consciência indígena só pode ser desenvolvida coletivamente, por se tratar de luta política, e requer a crítica a esse modelo instrumentalista, objetificante, neoliberal e desrespeitoso com o qual temos sido socializades, comercializades e explorades. O Estado Brasileiro tolera as culturas indígenas desde que permaneçam politicamente desativadas e incapazes de flanquear e desestabilizar o projeto colonial, o qual segue com seu curso e suas violências simbólicas e materiais, agora servindo a outros impérios com práticas cada vez mais sofisticadas, sutis e naturalizadas de espoliação.


O lugar de fala ofertado aos povos indígenas pelo projeto colonial é o do folclore, o da história única de um indígena aldeado, coadjuvante e fiel escudeiro do protagonismo branco. Dentre as Vitórias do Projeto Colonial pode-se destacar:


  1. A urbanização dos territórios ancestrais

  2. A ruralização (agropecuária, mineradora, madeireira e militar) dos territórios ancestrais

  3. O genocídio de milhares de indígenas

  4. O etnocídio de centenas de culturas, modos de vida, linguagens e línguas originárias

  5. O enriquecimento dos grandes centros europeus ao custo da miséria indígena, latino-americana e socio-ambiental

Dentre as Derrotas do Projeto Colonial pode-se destacar:


  1. As (sobre)vivências de indígenas isolades

  2. As (sobre)vivências de indígenas em contato recente com a branquitude

  3. As (sobre)vivências de indígenas aldeades

  4. As (sobre)vivências de indígenas autodeclarades em retomada ancestral nos contextos urbanos e rurais

  5. A emergência de coletivos e movimentos civis de resistência ao projeto colonial



Comments


bottom of page